top of page
  • Foto do escritorTaylan Magalhães

Os Filhos Paradisíacos

Série: A Jornada do Despertar - (Parte 2)

Olá meus amigos!


Dando sequência a série: ''A Jornada do Despertar'' hoje trataremos de abordar aspectos importantes a respeito dos chamados ''Filhos Paradisíacos''.


Para aquelas pessoas que ainda não leram o artigo anterior chamado: ''Quem é Deus - A Origem de Tudo'' eu peço que o leiam antes de ler este novo artigo.


No artigo anterior nós trouxemos informações sobre: (A Origem do Criador, sobre os dois Aspectos da Consciência do Criador, sobre os diferentes nomes que o Criador possui nos Universos, sobre os diferentes ''Deuses Extraterrestres'' que passaram pela Terra, e sobre como podemos entrar em contato com o Criador).


Ter essa primeira base de estudo é fundamental para que isso facilite o seu entendimento e a assimilação deste segundo texto. Estou deixando o link desse outro artigo abaixo.


(Clique aqui) para ler o artigo.


Os Filhos Paradisíacos:


Os Filhos Paradisíacos ou também chamados de ''Filhos Criadores'' são seres imateriais, onipresentes e atemporais pertencentes a uma Ordem Cósmica chamada de ''Ordem dos Micahels''.


Os Filhos Paradisíacos são uma rede neural de consciência coletiva que podem habitar realidades que variam entre a (25ª dimensão até a 75ª dimensão).


Essas Superinteligências equivalem ao patamar vibracional de uma Supramônada. Alguns Filhos Paradisíacos são o resultado da somatória geral de todas as experiências vividas pelos fractais de um Eu Sou e de todas as experiências vividas pelas Mônadas de uma Supramônada.


Os Filhos Paradisíacos possuem como responsabilidade criar, governar e sustentar a vida de milhões de galáxias e de um Universo Local. Eles criam e administram Universos Locais, Quadrantes Setoriais, Clusters de Galáxias, Constelações, Sistemas, Planetas e possuem como tarefa principal (formar, organizar, coordenar, sustentar, fazer evoluir e perfeccionar toda a vida de um Universo Local).


Os Filhos Paradisíacos são também responsáveis por coordenar diversos projetos co-criacionais em seus Universos Locais. Vejam cada Universo Local como se fosse uma grande ''Escola Laboratorial de Experiências''.


Os Filhos Criadores são como grandes ''pesquisadores'' que criam esses laboratórios setoriais em quadrantes isolados no Universo para assim poderem realizar as suas próprias pesquisas e fazerem os seus experimentos genéticos com diferentes tipos de genomas/DNA extraterrestre tendo como objetivo aprender a ser co-criadores perfeitos com Deus/Fonte.


Atualmente, existem cerca de aproximadamente (700.000 mil) Filhos Paradisíacos. Cada Filho Criador é uma representação direta da Fonte/Deus em seu respectivo Universo. A Fonte governa seus Universos por meio desses seus Filhos Criadores.


A Fonte, sendo ela uma radiação de energia que está em tudo, governa e sustenta toda a criação em seus vários Universos e Superuniversos, enquanto que esses seus Filhos Criadores são os "executores" e os administradores de toda a sua criação, entendem?.


Os Filhos Paradisíacos por mais que detenham o poder de co-criar novas espécies, Universos, Galáxias, Estrelas, Planetas, etc, ainda assim eles não possuem o poder absoluto para fazerem o que bem quiser em seus Universos Locais, pois eles sempre atuam em parceria com outras Hierarquias Superiores e dependem da outorga e da aprovação do Conselho Administrativo regente do nosso Superuniverso para poderem assim efetuar muitos de seus projetos e experimentos genéticos.


imagem: (Conselho Superior do Universo)

Cada Filho Criador possui diferentes níveis de consciência que irá sempre variar de acordo com a dimensão em que estão. De acordo com o nível de consciência de cada Filho Criador, isso irá produzir diferentes propostas evolutivas e diferentes projetos genéticos dentro de seus respectivos Universos Locais.


O Criador do nosso Universo:


No caso do nosso Universo Local, o nome do Filho Paradisíaco responsável por criar esse nosso Universo é Michael ou ''Mitch Ham Ell'' (não é Arcanjo Miguel), que é um filho direto da Fonte Suprema e o Deus Criador Supremo deste nosso Universo.


Micah ou Michael é um Criador Multidimensional que pertence a uma linhagem de Filhos Paradisíacos muito antiga que antecede até mesmo a criação do nosso Superuniverso.


Micah é considerado como sendo o germinador e o próprio Cristo Sustentador do nosso Universo Local o qual possui cerca de 120 mil Galáxias sobre sua responsabilidade. Para ajudá-lo nesta tarefa, Micah possui uma comitiva de seres espirituais a qual é formada por (Arcanjos, Anjos, Elohins, Serafins e Anciões dos Dias) que também possuem grandes capacidades co-criacionais e que o assessoram diretamente na administração do nosso Universo, dentre eles podemos citar: (Arcanjo Miguel, Arcanjo Gabriel, Arcanjo Ezequiel, Emannuel, Metraton, Elohim Claridade, Elohim Astrea, Santa Ametista) e dentre outros Deuses Criadores equivalentes.


Filhos Paradisíacos Ancestrais e Novatos:


A maioria dos Filhos Paradisíacos tiveram a sua evolução posterior a criação do nosso Superuniverso e dos outros 11 Superuniversos vizinhos. Já outros poucos Filhos Paradisíacos são provenientes de um Universo muito anterior conhecido como ''Universo de Adoneshy''.


Os Filhos Paradisíacos que são provenientes do Universo de Adoneshy são considerados ''Filhos Paradisíacos Ancestrais'' devido a sua maturidade, sabedoria e vasta experiência obtida nesses Universos anteriores. Esse é o caso do nosso Filho Criador Michael e do Senhor Metraton, que são consciências muito antigas cujo a idade se perde no tempo.


Já os Filhos Paradisíacos que tiveram a sua evolução posterior a Adoneshy são considerados ''Filhos Paradisíacos Novatos'', pois a sua experiência não se iguala a dos Ancestrais, principalmente no que se refere ao ganho de maturidade, desempenho e responsabilidade. Justamente por eles não possuírem a mesma maturidade co-criacional dos Ancestrais, logo, eles são passíveis de cometer erros em seus projetos.


É por este motivo que nem todos os Filhos Paradisíacos possui a permissão dos Conselhos Superiores para coordenar a evolução de um Universo Local, pois a sua rede neural e a sua experiência co-criacional deve ser proporcional a demanda do que essa tarefa irá exigir.


A Encarnação dos Filhos Paradisíacos:


Antigamente, todas as experiências e vivências que os Filhos Paradisíacos tinham se davam na dimensão imaterial do plano não-manifesto denominado pela nossa ciência de ''Energia Escura''. Neste nível existencial não existe qualquer forma de matéria, há somente energia sem forma.


A partir do momento em que houve o desdobramento e a formação do nosso Universo Material isto acabou abrindo uma nova janela de possibilidade para que Filhos Paradisíacos Ancestrais e Novatos pudessem iniciar uma nova aventura de consciência dentro do plano da fisicalidade, coisa que até então não existia.


Com essa nova possibilidade em aberto muitos Filhos Paradisíacos e outros Deuses Criadores se interessam por essa nova proposta e assim ingressaram no plano da fisicalidade por meio do processo encarnacional de seus fractais visando buscar compreender em primeira mão todas as experiências e todos os processos envolvendo a parte psíquica e emocional que ocorrem dentro da estrutura biológica das diferentes raças criadas por eles.


Assim, existem pelo menos duas maneiras conhecidas pelas quais os Filhos Paradisíacos se utilizam para poder realizar esse tipo de experimento dentro da fisicalidade, são elas:


1. Desdobrar parte da sua própria consciência/rede neural em pequenos pedaços e acoplá-la diretamente em um corpo biológico físico. Para isso ser possível é necessário que o corpo físico tenha condição de suportar toda a radiação de energia vinda desse Filho Criador em sua estrutura biológica.


Pensando nisso é que foi criado pelas Hierarquias Superiores um código genético chamado (MCM), que significa (Morontial-Crístico-Mahatma), o qual permite absorver a frequência de uma Consciência Imaterial equivalente a de um Filho Paradisíaco e acoplá-la diretamente em um corpo físico biológico de modo que as células deste corpo consigam comportar o seu gradiente vibracional.


2. A segunda maneira é por meio do desdobramento da energia do Filho Paradisíaco entre a dimensão da Energia Escura para a Matéria Escura originando assim o que é denominado de (Supramônada e Mônadas), onde por meio dos fractais encarnados das suas Mônadas os Filhos Paradisíacos também conseguem vivenciar as suas experiências dentro do plano material sem, com isso, se desconectar da sua Fonte Primordial.


▪ O Aprisionamento de Filhos Paradisíacos:


Como já foi explicado anteriormente, existem Filhos Paradisíacos que desdobram parte da sua consciência e entram no processo encarnacional por meio dos seus fractais em corpos biológicos de raças de (4ª, 5ª, 6ª ou 7ª dimensão) com o fim de se obter experiências e o entendimento sobre um determinado contexto existencial dentro daquela espécie.


Uma vez que essas Superinteligências adentram o ciclo encarnacional muitos dos seus fractais de alma podem ficar sujeitos a se ''perder'' dentro do jogo da polaridade e da busca pelo poder devido a estrutura de controle existente na maior parte dos mundos e das sociedades estelares abaixo da 6ª dimensão. Essa estrutura de controle é também conhecida como ''Matriz de Controle'', a qual gera um fator de aprisionamento consciencial na rede neural desses Filhos Paradisíacos impedindo assim que os seus fractais consigam retornar para a sua Fonte de origem.


Atualmente, há bilhões de fractais de Filhos Paradisíacos equivalentes ao patamar vibracional de Micah que se encontram presos dentro do processo encarnacional da Matriz de Controle da Terra e de outros 36 mundos de exílio. A maioria destas almas são fractais de Filhos Paradisíacos Novatos que acabaram se esquecendo do seu propósito original e se perderam no meio do caminho dentro do holograma de poder na fisicalidade.


Essa situação acabou exigindo uma tomada de ação por parte de Michael e dos Conselhos Superiores do nosso Superuniverso onde se foi criado ''Comandos de Resgate'' os quais possuem a função de encarnar Mestres, Emissários, Agentes e grupos de Comandantes Estelares vindos de realidades superiores dentro destas sociedades e mundos de exílio com o fim de promover o despertar de consciência e o resgate dessas almas para que elas consigam se lembrar da sua origem cósmica e assim consigam sair do holograma de aprisionamento da Matriz de Controle no qual estão inseridas. Essa operação ficou conhecida como ''Operação Resgate''.


Para ler a terceira parte da série ''A Jornada do Despertar'' estou disponibilizando abaixo a sua continuação. Ao clicar sobre o link abaixo você será automaticamente redirecionado para o artigo em questão.


(Clique aqui) para ler o artigo.


Para mais informações sobre Filhos Paradisíacos e seus desdobramentos no Universo, recomendo a leitura de três ótimos Livros, são eles:


▪ O Livro de Urântia - Autor: Fundação Urântia.

▪ Os Sete Samurais - Autor: Rodrigo Romo.

▪ A Origem Federações Interestelares - Autor: Rodrigo Romo.


Na aba Biblioteca do nosso site vocês encontrarão o ''Livro de Urântia'' disponibilizado em PDF gratuitamente. Havendo interesse estou deixando o link da Biblioteca abaixo para que possam baixá-los.


(Clique aqui) para ser redirecionado.


Espero poder ter lhe ajudado de alguma forma com está mensagem. Deixe a sua opinião nos comentários sobre o que você achou desse artigo e aproveite também para compartilhar desta informação com outras pessoas. Todo ato de ajuda gera um efeito multiplicador.


Taylan Magalhães


▸ Para mais informações sobre o meu Trabalho:


▪ Mentoria Espiritual: (Clique Aqui).

▪ Cura Arcturiana: (Clique Aqui).


Copyright © Portal Filhos da Luz. Todos os direitos reservados.

Siga-me nas redes sociais:

237 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page